BR 10 2016 013941 4

USO DO CORANTE EOSINA AZUL DE METILENO NO CONTROLE FOTODINÂMICO DO INSETO VETOR AEDES AEGYPTI.

 

O QUE É?

A presente invenção trata da utilização da mistura de azur II (mistura não oxidada de azur I e azul de metileno) e eosinato de azur II (corante formado pela combinação equimolar de azur I, azul de metileno e eosina amarelada), denominado Eosina Azul de Metileno segundo Giemsa (EAM), como agente fotossensibilizador para o controle fotodinâmico (CF) do inseto vetor Aedes aegypti. Foi avaliada a presença do corante nos criadouros, o qual foi ingerido e/ou absorvido pelas larvas e, após a irradiação luminosa, o corante induziu a morte larval por estresse oxidativo devido a produção de oxigênio singleto e/ou outras espécies reativas de oxigênio (EROs). O mecanismo de ação do CF no metabolismo do inseto pôde ser ativado pela iluminação dos fotossensibilizadores, internalizado no inseto vetor, quando iluminados com a luz branca. Luz essa que pode ser proviniente tanto de fontes artificiais (lasers, LEDs, lâmpadas halógenas, fluorescentes, de sódio e tungstênio, etc) quanto de fonte natural (luz solar).

 

INVENTORES

Anderson Rodrigues Lima Caires
Samuel Leite de Oliveira
Cynthia Suzyelen Albuquerque Caires
Valter Aragão do Nascimento
Alessandra Ramos Lima
Cícera Maria da Silva
Luciana Rosa Piovesan Rocha
Magno Aparecido Gonçalves Trindade
Eduardo Jose de Arruda

 

PROPRIEDADE INTELECTUAL

BR 10 2016 013941 4
cod UFMS 040
Depósito 10/06/2016

 

TITULARIDADE

UFMS – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
UFGD – Universidade Federal de Grande Dourados


Portfólio de Patente