UFMS tem projeto finalista no prêmio Finep de inovação

Postado por: Inovação UFMS

O projeto “Exploração autossustentável da bocaiúva na região do Pantanal sul-mato-grossense: geração de renda e equilíbrio do meio ambiente”, desenvolvido pelo professor do curso de Física, Flávio Aristone, é finalista do Prêmio Finep de Inovação 2012 Região Centro-Oeste.

O Prêmio FINEP de Inovação foi criado há 15 anos para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, instituições sem fins lucrativos e inventores brasileiros, desenvolvidos no Brasil e já aplicados no País ou no exterior. Podem concorrer ao Prêmio as empresas ou Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs), públicas ou privadas, Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs) e Organizações Não Governamentais (ONGs) com sede no País e que tenham a inovação como elemento relevante em suas estratégias de atuação há pelo menos 3 (três) anos.

São duas etapas, Regional (em cada uma das cinco regiões do Brasil) e Nacional. A proposta classificada em primeiro lugar em cada categoria, na etapa regional, concorre ao Prêmio Nacional.

Bocaiúva 
O projeto tem como objetivo estimular 1100 mulheres da região do Pantanal a beneficiar o fruto da bocaiuveira (planta nativa) para produção de farinha, geléia, licor, bolos e doces, de forma sustentável, e com isso aumentar a renda familiar. A bocaiúva é um coco cujo nome científico é Acrocomia aculeata e se espalha por quase todo o território nacional. Varia muito de nome, conforme a região. Além das atividades com as mulheres o professor Flávio organizou um manual didático sobre como fazer a farinha e um guia de receitas. Acesse acartilha aqui.

A premiação será no dia 10 de outubro em Cuiabá com a presença dos finalistas. Mais informações sobre o projeto podem ser encontradas aqui. Para saber mais sobre o Prêmio  Finep acesse o link.

 

Fonte: www-nt.ufms.br