Empreendedorismo nas Universidades: vontade é grande, mas sonho é pequeno

Postado por: Inovação UFMS

Pesquisa Empreendedorismo nas Universidades Brasileiras indica que quase 6 em cada 10 universitários pensam em empreender, mas poucos pensam em inovar e ter muitos funcionários

 

Apesar da maioria dos universitários brasileiros ter a vontade de empreender, poucos deles estão pensando em ter empresas que cresçam rápido em poucos anos.

Este é um dos resultados da pesquisa Empreendedorismo nas Universidades Brasileiras, feita pela Endeavor e pelo Sebrae. Em sua terceira edição, mais de 5 mil alunos e mais de 600 professores de todo o Brasil participaram da pesquisa, que contém resultados quantitativos e qualitativos.

O fato da maioria dos universitários não sonhar com grandes negócios não é o único resultado que deixa a desejar. A maioria dos alunos pesquisados também não se prepara para empreender. Apenas 14,1% dos pesquisados indicam que gastam tempo aprendendo a iniciar um novo negócio. Mesmo entre os alunos que “pensam muito em empreender”, apenas 22,6% disseram ter a mesma dedicação para começar a empreender.

Essa falta de prática para empreender também pode ter impacto nos resultados sobre a confiança dos alunos para realizarem atividades típicas de um empreendedor, como contratar, gerir as finanças ou definir uma estratégia para um novo produto. Entre os alunos que apontam baixa dedicação para empreender, apenas 20% se sentem muito confiantes para abrir um negócio. Entre os que dizem se dedicar, esse número dobra: cerca de 40% se sentem muito confiantes.

 

Acesse a pesquisa completa e leia todo o artigo em Endeavor: https://endeavor.org.br/empreendedorismo-nas-universidades-2014/

 

FONTE: Endeavor Brasil